17 de fevereiro de 2011

Vivências

O que sei sobre a vida? Quase nada…
Mas arrisco em dizer que vivo.
Mas viver é o suficiente para deslindar a vida?
Também não sei.
Mas continuo vivendo mesmo assim
Continuo buscando.
Caminho, amo, caio, levanto-me,
Só assim vivo mais um pouco e descubro os encantamentos do viver.
No caleidoscópio que é a vida, vivo!
Vivencio nos outros e com os outros seus  universos e no  humano me encontro e muitas vezes me perco.
Neste dialético movimento de ida e vinda entre mim e o outro, vivo!
E percebo que para cada dia há os seus espinhos, suas dores, suas flores,
Seus sabores, seus saberes, seus amores.

1 Comentário para “Vivências”

Elisabete

Em uma dessas noites…
Em que eu me revisto de prata, assim meio transparente, silenciosa como uma gata a saltitar pelo teclado em busca de ares, ou, quem sabe de pares em pensamentos…
Encontrei teu Blog Méri, na sutileza das cores e na delicadeza das formas, entre saberes, sabores e amores… Tive mais uma vez o prazer de estar em sua companhia.
Parabéns e Obrigada!

Deixe um comentário